Renan Cepeda | Daqui se Vê

Texto Crítico: Renan Cepeda

Há exatos 10 anos eu inaugurava uma individual na galeria Anita Schwartz, onde expus pela primeira vez minhas paisagens cariocas feitas em filme infravermelho. A mostra foi considerada um marco, pois até então nunca um fotojornalista havia entrado no mercado de arte tradicional. Outros fotógrafos de minha geração procuraram colocar-se no mercado, consolidando o espaço da fotografia no cenário das artes visuais.

Segui fotografando a cidade nesta mesma técnica durante a última década. Meu trabalho não é demarcado por "fases", sempre que desenvolvo uma estratégia utilizo a novidade para sempre, tal como as fotografias noturnas em light painting, nas séries Night Paintings e Knight Paintings.

Neste conjunto de fotografias que apresento na Galeria Tramas, trago novos pontos de vista da paisagem carioca, em que seu maiores ícones são a referência cotidiana de quem mira ao longe. Acredito que vivemos em uma cidade feia encravada num lugar naturalmente maravilhoso, que nunca vai se deixar dominar pelas mazelas de seus habitantes. A beleza prevalecendo sobre o caos, um fenômeno que pretendo provar ser possível no Rio de Janeiro.

Renan Cepeda